domingo, 15 de julho de 2012

mancada

Eu e o Mauro estávamos no Cuca Ideal e o rolê tava deprê.

- Mano, tá acabando a minha grana.

- A minha também.

- Hum... que cê acha da gente colar no Milo. Nossa grana dá pra entrar lá e tomar uma gelada cada um. É uma aposta, de repente a gente encontra alguém conhecido, ou conhece alguém por lá...

- Pode ser hein rasta! Vamo aí.

Fechamos a conta e subimos pro Milo. Por lá o rolê também tava deprê. Não tínhamos grana pra beber e não estávamos afim de ficar puxando conversa com ninguém. Até que apareceu a Jú e a "Falstão". A Falstão (amiga da Jú) pra gente não passava de uma figurante no rolê. A Jú, ex-namorada e primeiro amor do Heitor (um dos nossos melhores amigos e irmão do peito), era uma pessoa amiga pra gente dar umas risadas juntos.

A Jú da época que namorava com o Heitor, usava saia e blusinhas coloridas, franjinha no cabelo e ouvia The Get Up Kids. Adolescente. A Jú que trombamos tinha morado na França, estava estudando na Usp, dividia uma casa com mais 7 pessoas e usava calça jeans e chinelo. Adulta. E nos bolsos da calça jeans tinha grana e maconha.

Além de repartir toda a erva com a gente, ela e a Falstão pagaram algumas bebidas durante a noite. Quando já estava amanhecendo elas disseram que iriam buscar as saideiras. Foram até o balcão e eu falei pro Mauro:

- Mano, vamo pregar uma peça?

- Demorô.

- Vamo sair fora e deixar as minas aí com as brejas na mão. Tô só o pó, não aguento mais beber.

- Também não aguento mais e as minas se viram né. Bebem tudo ou oferecem pra alguém e acabam fazendo amizade.

- Pode crer rasta!

Fomos embora sem dar tchau e sem agradecer pelos entorpecentes.

Um comentário:

  1. HAHAHAHAH Mancada mesmo rasta. Sabe do que eu lembrei desse dia?! Que tinha uma mina usando espartilho no role....ahahha A mina nem respirava direito..rs Foda. Abraço

    ResponderExcluir