domingo, 16 de setembro de 2012

Sim!

Chego em casa, entrego o sorvete que trouxe de presente e ela comenta que tem uma surpresa. E pelo olhar risonho e aquele brilho de alegria no rosto, não consigo nem tirar o tênis, apesar do calor sufocante.

E então ela me conta tudo e entro no mesmo clima de euforia e felicidade. Nosso primeiro presente de casamento, algo especial e único, vindo de pessoas únicas e especiais.

Passado os primeiros momentos de surpresa, vou pra cozinha. Lavo a louça, congelo o feijão, enquanto viajo por pensamentos sobre o que está por vir. E porque virá. Ontem marcamos o casamento civil e há pouco mais de um mês seremos oficialmente marido e mulher. Mas será que muda muito? Porque as pessoas enfrentam algo tão grandioso, que é assumir o compromisso de viverem inseparáveis pra sempre?

Em mais de três anos vivendo juntos eu nunca deixei de levar o café na cama antes de acordá-la com beijinhos no pescoço. Eu sempre dei valor por dias simples em que estamos juntos apenas compartilhando a cumplicidade um do outro, com meros sorrisos e palavras mudas ditas com o olhar, com o coração.

Já discutimos e passamos por desentendimentos. Mas discutir e se desentender, por pior que seja, é inevitável. Somos humanos, temos dias ruins, temos opiniões diversas. Mas...

...mas existe algo extremamente grande, difícil de ser encontrado e muito difícil de ser alcançado. E quem conquista sabe que é algo, que é tão valioso e tão forte que suprime os momentos ruins. As tristezas, as doenças, a pobreza. E te faz vislumbrar apenas a alegria, a saúde e a riqueza.

Sim. Vale a pena. Vale muito a pena assumir esse compromisso tão grandioso e vislumbrar apenas um futuro mágico e maravilhoso ao lado dela, que há mais de três anos já faz cada dia que se segue ser um futuro a suspirar de alegria e um presente a comemorar de felicidade.

Te amo minha preta! Te amo infinito, pra sempre!



Nenhum comentário:

Postar um comentário